.
.

O canal web da Videologia

.

Inspiração Arcano XX O Julgamento


Existem momentos em que acreditamos estar numa posição de submissão, rendição perante todos e perante a vida.

Temos a impressão de que se deitarmos como capachos para sermos pisados, ainda assim não seremos adequados o suficiente.

Olhamos para isso, reagimos a esta situação, mas o que fazemos é nos diminuir ainda mais. Não conseguimos perceber o caminho de saída, não percebemos a tal luz no fim do túnel.

Quando estamos imersos em nossa escuridão, conseguimos somente perceber o caos, a auto desvalorização, e o autoflagelo entramos num vitimismo sem fim, ninguém nos percebe, a valorização de nossos feitos passam despercebidas, as coisas não acontecem positivamente, aliás, a impressão é que nada de bom acontece de fato, a única coisa que acontece são situações que nos fazem descer mais degraus, rumo ao lodo, ao nada, a falta de perspectivas e ideais.

o julgamento

Submetemo-nos a trabalhar como escravos, mesmo conhecendo nosso potencial, vemos colegas sem potencial algum serem promovidos para um cargo que você sempre sonhou, vivemos em prol de agradar o outro esperando algum singelo agradecimento, até migalhas de valorização serviriam, pois não existem mais sonhos, desejos e metas. Abrimos mão do que nos é importante para urgentemente atender a necessidade alheia, damos abertura para que uma pessoa que não tem nada a ver, em nossas vidas, onde num primeiro encontro não existiu sequer uma simpatia, achamos até a pessoa feia, não nos identificamos com nada em relação a ela, não teve química, mas ainda assim abrimos as portas para que ela entre, e em seguida vem a frustração, até esta pessoa que pareceria insignificante nos machuca, nos fere.

Ora, porque somos tão cruéis conosco às vezes?
O que fizemos a nós mesmos para nos tratarmos tão mal assim?
O que nos faz sentir incapazes?
Porque não nos sentimos pertencentes à vida?
Porque nos fazemos sofrer tanto?
Qual nossa maior culpa?
Porque nos odiamos tanto?
Onde precisamos chegar para dar um basta e fazer diferente?

Costumo dizer o seguinte: Se tiver mais um restinho de unha para cavar seu precipício mais para baixo fique à vontade, senão a única saída é escalar a montanha de volta buscando alternativa.

Pois a mesma espada que te condena te absolve, condecora e abençoa.

Olhemos para o que temos hoje não com os olhos de coitadinhos, desamparados, olhemos para nossas vidas com olhos observadores buscando nossa força, nosso potencial, nossa coragem, nosso melhor, nossas responsabilidades perante a jornada que escolhemos viver até aqui. Observar onde nos perdemos é algo a fazer e recomeçar.

Pensar, refletir, nos faz lembrar o que queríamos ser quando crianças, que sonhos deixamos para trás, quantos sentimentos deixamos bem apertadinhos quase que esmagados, quantas vezes optamos por deixar o que era mais importante para trás, como: conversar com alguém, andar de mãos dadas na praça, passear com seu cão, jantar com a família, dizer a alguma pessoa especial que ela é importante e que você a ama, fazer uma caminhada antes de ir trabalhar, massagear seus pés com carinho e gratidão.

Comer mastigando bem os alimentos, agradecer a Deus por mais um dia, agradecer porque temos dentes para escovar. Evite querer apagar incêndios desnecessários como: comer rápido porque tem uma reunião, não caminhar pela manhã porque não dá tempo, trabalhar sempre até mais tarde sendo que sua família sempre o espera para jantar, ir ao cinema, ou até mesmo para uma sessão de cinema em casa.

O que realmente importa é rever nossos reais valores, aqueles que nos fazem subir em direção à luz e a cada etapa que escalamos montanha acima vamos deixando para trás tudo aquilo que não nos serve mais, a subida se torna mais leve, começamos a sonhar de novo, o sol começa a aparecer, as oportunidades voltam a surgir e nos sentimos pertencentes à vida outra vez, pois encontramos a paz, reencontramos Deus, nos reencontramos.

Eu Sou Silvana Martyns
Namastê!

Artigos que você também poderá gostar:



Silvana Martyns é Life Coaching e Consultora Holistica. Tem formação diversificada na área Holística, no Coaching é certificada pela SEAC Sociedade Euro Americana de Coaching e cursa Psicologia. Teve sua carreira iniciada após fazer parte do meio corporativo durante 12 anos e perceber uma vida robotizada e limitada. Contato: (011) 5021-7811



Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/storage/7/ef/63/videologia/public_html/videologando/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273